terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Textos Narrativos

- Fábula é uma narrativa figurada, na qual as são animais que ganham caracteristicas humanas. Sempre contém um moral por sustentação, constatada no final da história. É um gênero muito versátil, pois permite diversas maneiras de se abordar determinado assunto. É muito interessante para crianças, pois permite que elas sejam ensinadas dentro de preceitos morais sem que percebam.( http://pt.wikipedia.org/wiki/F3%A1bula)

Sites onde você pode ver algumas fábulas

- http://www.contandohistoria.com/fabulas.htm


- http://sitededicas.uol.com.br/cfab.htm


- http://www.metaforas.com.br/infantis/default.asp


- http://www.fabulasecontos.com.br/?pg=conteudo-menus&tipo=1


- http://criancas.uol.com.br/historias/fabulas/

- http://www.qdivertido.com.br/contos.php


Um exemplo

A menina do leite

A menina não cabia em si de felicidade. Pela primeira vez iria à cidade vender o leite de sua vaquinha. Trajando o seu melhor vestido, ela partiu pela estrada com a lata de leite na cabeça.
Enquanto caminhava, o leite chacoalhava dentro da lata.
E os pensamentos faziam o mesmo dentro da sua cabeça.
"Vou vender o leite e comprar uma dúzia de ovos."
"Depois, choco os ovos e ganho uma dúzia de pintinhos."
"Quando os pintinhos crescerem, terei bonitos galos e galinhas."
"Vendo os galos e crio as frangas, que são ótimas botadeiras de ovos."
"Choco os ovos e terei mais galos e galinhas."
"Vendo tudo e compro uma cabrita e algumas porcas."
"Se cada porca me der três leitõezinhos, vendo dois, fico com um e ..."
A menina estava tão distraída que tropeçou numa pedra, perdeu o equilíbrio e levou um tombo.
Lá se foi o leite branquinho pelo chão.
E os ovos, os pintinhos, os galos, as galinhas, os cabritos, as porcas e os leitõezinhos pelos ares.

Não se deve contar com uma coisa antes de consegui-la.

Do livro: Fábulas de Esopo - Scipione

http://www.metaforas.com.br/infantis/a_menina_do_leite.htm



História em quadrinhos
O desenho em quadrinhos é uma forma de arte que conjuga texto e imagens com o intuito de narrar histórias dos mais diversos gêneros e estilos. São publicadas em sua maioria no formato de revistas, livros ou em tiras de jornais e revistas.

A publicação de histórias em quadrinhos no Brasil começou no início do século XX. O estilo comics dos super-heróis americanos que predomina no país, tem perdido espaço para uma expansão muito rápida dos quadrinhos japoneses. Os dois estilos têm sido empregados pelos artistas brasileiros.

A tira é o único formato que desenvolveu um conjunto de características profundamente nacionais. Apesar de não ser oriunda do Brasil, no país ela desenvolveu características peculiares. Recebeu influências da ditadura durante os anos 60 e posteriormente de grandes nomes dos quadrinhos underground.

Em 1960, teve início a publicação da revista "O pererê", com texto e ilustrações de Ziraldo. Nessa mesma década, o cartunista Henfil iniciou a tradição do formato “tira”. Foi nesse formato de tira que estrearam os personagens de Maurício de Sousa, criador da turma da Mônica. Suas histórias passaram a ser publicadas em revistas, primeiramente pela revista Abril, em 1987 pela Editora Globo e a partir de 2007 pela Editora Panini.

Durante a década de 60, o golpe militar e seu moralismo confrontaram com os quadrinhos. Por outro lado, inspirou publicações cheias de charges, como, por exemplo, O Pasquim.

A História em Quadrinhos no Brasil ganhou impulso na década de 90, com a realização da primeira e segunda Bienal de Quadrinhos do Rio de Janeiro, em 1991 e 1993, e a terceira em Belo Horizonte, em 1997.

Por Patrícia Lopes
Equipe Brasil Escola
http://www.brasilescola.com/artes/desenho-quadrinhos.htm



Você pode encontrar algumas HQ nesses links.

- http://www.monica.com.br/comics/seriadas.htm

- Como fazer HQ http://www.divertudo.com.br/quadrinhos/quadrinhos-txt.html


- Link - sites HQ http://www.sobresites.com/quadrinhos/portais.htm



http://artepravoce.arteblog.com.br/268558/Historia-em-quadrinhos-curiosidades/




http://natymarques2010.blogspot.com/2010/11/hq-historia-em-quadrinhos-historia-em.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário